Os vossos emails...



Impressionante o número de Portugueses que me encontram na Internet através do meu site ou Blog ou similar, Mais impressionante (para mim) é que se dão ao trabalho de me escrever para agradecer as ideias ou para conversar um pouco sobre autocaravanas.
Normalmente são pessoas que estão nos primeiros passos ora de obter uma carrinha para transformar ou quase a entrar neste mundo com uma Autocaravana que vão comprar (por norma em segunda mão).
Fico sempre muito contente por poder manter uma ligação com o meu Portugal e a sua gente e principalmente nesta área que faz parte da minha (nossa) vida, e é sem dúvida para aquilo que eu e a minha família de quatro elementos vivemos.
Fico sempre contente quando sei que esta minha paixão tem um novo aficionado, no entanto não consigo deixar de ter pena ou melhor, ficar preocupado com a situação destes novos Autocaravanistas, pois eu sei que isto é uma paixão que se torna num vício.
Este vicio apodera-se da nossa maneira de pensar e de ver o mundo, apodera-se das nossas decisões em termos de onde vamos passar as férias e os fins-de-semana, apodera-se dos temas de conversa que temos com outras pessoas e principalmente apodera-se também da (no meu caso) minha magra carteira!
Como ambos trabalhamos e as nossas filhas estão na escola, durante a semana vivemos (arrastamo-nos) na esperança que a sexta feira á tardinha não demore muito a chegar. E...normalmente chega por volta das cinco da tarde...de sexta-feira!
Depois de colocar os bifes no frigorífico, encher os tanques com água limpa e repor meias e cuecas lavadas nos armários, começo a contar os minutos que a Ana vai demorar a chegar a casa com as crianças para que possamos arrancar.
A Ana chega! (já ouço as minhas filhas e a minha querida esposa! aos gritos e á porrada dentro do carro) Já vejo a Ana com os olhos raiados de sangue e as veias empoladas nas cordas da garganta, depois vejo as minhas filhas que agora saem do carro, todas despenteadas e borradas depois de um dia normal na escola...estas, entram directamente para a Autocaravana onde já tenho na pausa um DVD com desenhos animados pronto a acalmar as feras (depois tomam banho ,mais logo, na Autocaravana).
A Ana vai a correr tomar um duche (depois de um dia na sala de operações, ela gosta de se desinfectar), a adrenalina apodera-se de mim e faz-me tremer com as chaves da ignição na mão, nesta altura estou prontinho e quase não consigo esperar até ouvir aquele ruído maravilhoso...o ruído do motor que nos vai transportar para o nosso outro mundo! Aquele mundo onde nós queremos viver, aquele mundo onde nós: VIVEMOS A VIDA VIVOS.
José Rebelo 22 Junho 2008. Palavras ditadas pelo meu coração e escritas pelos dedos escravos desta minha paixão...O Autocaravanismo em (com) a Família.

1 comment:

AuToCaRaVaNiStA said...

Caro companheiro José Rebelo, nota-se a paixão com que vive o autocaravanismo. Até conseguiu descobrir a veia poetica que há em sí. O sacrificio com que transformou meticulosamente as carrinhas em autovivendas, esperando ansiosamente pela derradeira hora de conseguir a sua autocaravana de fábrica, dos seus sonhos. Parabéns, é um avião.

Cumprimentos
jbmendes
www.autocaravanista.blogspot.com